Become a GCP member!
Menu Language Search

Um Ano de Café e Ações Coletivas: Relatório Anual GCP 2017

Um Ano de Café e Ações Coletivas: Relatório Anual GCP 2017

O Relatório Anual 2017 da Plataforma Global do Café (GCP) reúne jornadas de sustentabilidade que resultam da união de mais de 150 membros em todas as partes da cadeia do café para melhorar as condições de vida de comunidades cafeeiras pelo mundo. 2017 marcou ações locais que alcançaram novos patamares, desde o treinamento de agrônomos em Uganda até o desenvolvimento de um aplicativo para monitorar práticas sustentáveis no Brasil. Ser um Membro GCP certamente intensificou o impacto dos investimentos feitos em projetos de sustentabilidade ao longo do ano.

O Relatório Anual 2017 apresenta os resultados mais relevantes por meio de uma jornada interativa pelos destaques do ano, além de permitir um olhar mais profundo das conquistas de cada uma das Plataformas Nacionais de Café, através de um recurso especial, acessível a qualquer momento durante a navegação.

Conheça a jornada sustentável dos Membros GCP no Relatório Anual 2017!  

2017 foi sobre ações locais e colaboração

Em 2017, Membros GCP investiram em projetos para gerar impacto local direcionado aos desafios mais preocupantes da produção de café. Com a confiança depositada na GCP, muitas parcerias fortaleceram as Plataformas Nacionais de Café, gerando impacto onde era mais importante: no campo.

GCP construiu várias parcerias promissoras com atores-chave durante o ano todo, uma delas apoiou produtores quenianos a melhorar a viabilidade econômica de suas propriedades. Outro esforço feito em conjunto com Solidaridad, Rainforest Alliance e UTZ, foi fundamental para constituir as primeiras bases da Plataforma de Honduras, reunindo interesses diversos e definindo metas para os próximos anos.

Uma iniciativa similar, desta vez com o apoio do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (UNDP), engajou as principais empresas cafeeiras do Peru para lançar o primeiro relatório de estatísticas, definindo uma importante etapa no país e construindo confiança rumo à futura Plataforma Nacional. No Vietnã, o governo adaptou o Currículo Nacional de Sustentabilidade para implementá-lo junto a todos os produtores de café do país. Isso só foi possível graças à confiança depositada na Plataforma Nacional de Café e seu histórico de gerar resultados na origem. 

 


Inovação fará o setor prosperar: CSC App no Brasil

Um dos principais destaques do ano foi o desenvolvimento do Aplicativo do Currículo de Sustentabilidade do Café – CSC App – no Brasil e seu lançamento em outubro de 2017 durante a Semana Internacional do Café (SIC). A ferramenta busca aumentar a eficiência da produção de café, medindo práticas sustentáveis alinhadas com o CSC. O aplicativo não só otimiza o tempo ao monitorar o           avanço das propriedades de café em sustentabilidade, mas também compila informações vitais para melhorar a produção nos próximos anos. Desde o final de 2017, mais de 70 técnicos e 15 instituições foram treinados para usar o aplicativo e está previsto que a quantidade de hectares de café cobertos aumentará exponencialmente em 2018.

Plataformas Nacionais de Café estão determinadas a aumentar práticas sustentáveis de produção entre agricultores. Em 2017, este objetivo foi convertido em número considerável de treinamentos em países produtores de café. No Vietnã, 100 treinamentos foram conduzidos; no Brasil, 600 técnicos e 1.220 produtores foram capacitados no Currículo de Sustentabilidade do Café a Plataforma da Indonésia disseminou seu Currículo Nacional de Sustentabilidade em 5 regiões diferentes, com mais de 64 treinamentos registrados; em Uganda, mais de 200 produtores líderes e equipes de campo foram capacitadas no Programa de Extensão Específica em Café; em três regiões da Tanzânia, 100 agrônomos foram treinados.

 

O setor cafeeiro precisa de mais pesquisa para aumentar o impacto

A Plataforma de Comércio Sustentável (Plataforma de Café na Colômbia), endereçou dois principais desafios – inequidade de gêneros e a necessidade de pesquisas – conduzindo análises em 5 regiões cafeeiras. Entre muitos resultados interessantes, o estudo concluiu que estratégias para equidade de gêneros tem maior impacto quando direcionadas à família toda, mais do que apenas focar nas mulheres. Em um campo similar, o “Guia de Engajamento para Equidade de Gênero” foi lançado pela Parceria para Equidade de Gênero com o apoio da GCP, colaborando na catalisação de ações por atores da indústria ao projetar e implementar intervenções na cadeia do café, apoiando homens e mulheres. A GCP também ofereceu outras oportunidades de aprendizagem e pesquisa conduzindo um workshop em Agricultura Inteligente (CSA) para Gerentes de Sustentabilidade, com o objetivo de aprimorar estratégias de mudança climática. Adicionalmente, a Technoserve publicou um breve panorama sobre lucratividade, que identificou e comparou a viabilidade econômica do cultivo de café, também apoiado pela GCP. As Plataformas Nacionais de Café reconhecem a necessidade de haver pesquisa & desenvolvimento no setor cafeeiro, particularmente no que diz respeito a condições e mudanças climáticas, incluindo variedades de café adequadas e novas tecnologias para produção lucrativa e de sucesso também no futuro. Novas colaborações são, entretanto, necessárias e estão em andamento.  

Colaboração global em Geneva

Finalmente, todas as atividades e projetos foram compartilhados com mais de 200 stakeholders do setor de café sustentável durante a GCSC 2017, em Geneva. O evento aproximou líderes da indústria para discutir novas ideias e recursos para transformar esforços individuais em colaboração global. 

 

Por favor, siga os passos abaixo se você tiver problemas ao acessar o conteúdo:

Como navegar pelo Relatório Anual 2017?

  • Clique no link https://annualreport2017.globalcoffeeplatform.org e comece sua jornada.
  • O primeiro quadro mostra como navegar através do Relatório Anual:
    • Role a tela para baixo e descubra quais foram os destaques do ano
    • Clique nas abas à direita para pular uma determinada parte da história
    • Clique no menu à esquerda para explorar todos os casos de sucesso da GCP em 2017
  • Compartilhe essas realizações incríveis com sua rede de contatos usando os botões de mídia social! Deixe todos saberem o que podemos alcançar quando trabalhamos juntos!

 

Você sabia?

  • Os maiores desafios do setor cafeeiro são: mudanças climáticas, sucessão familiar, baixa produtividade, baixa lucratividade a nível do produtor, inequidade de gêneros, questões trabalhistas, necessidade de serviços de pesquisa e extensão, devastação e acesso à crédito.
  • A GCP concentra total atenção em habilitar seus membros (produtores, torradores, governos, traders, doadores e ONGs) a alinhar e multiplicar esforços e investimentos agindo coletivamente nas prioridades e questões críticas, além de aumentar iniciativas sustentáveis de sucesso no setor. Como resultado, os Membros GCP podem solucionar os maiores e mais importantes temas relacionados aos seus negócios, compartilhar custos, fazer investimentos de forma mais inteligente e alcançar maior impacto em comunidades produtoras.