mais de 300 organizações concordaram em trabalhar juntas com os governos para construir um setor cafeeiro mais sustentável

A recém-fundada Plataforma Global do Café apresentou hoje, durante a 4ª Conferência Global do Café, em Adis Abeba, m plano que marca uma nova era na sustentabilidade para todo o setor cafeeiro. Trata-se de uma agenda público-privada para reunir recursos e reduzir a fragmentação de investimentos, com o objetivo de melhorar o meio de vida de milhões de cafeicultores e diminuir o impacto ambiental.

Addis Ababa, Etiópia, 8 de março de 2016: hoje, durante a 4ª Conferência Global do Café, a Plataforma Global do Café apresentou a Visão 2020, uma abordagem público-privada inclusiva para aumentar o impacto na sustentabilidade.A sustentabilidade está no radar do setor cafeeiro há 25 anos. Com base nos sucessos e experiências passadas, as empresas e outras organizações agora percebem uma grande necessidade de uma abordagem coordenada e pré-competitiva, que permita aos stakeholders se movimentarem para além do investimento fragmentado em projetos e rumo à um maior impacto, por meio do uso eficiente dos recursos. Como primeiro passo, mais de 30 das maiores organizações cafeeiras já se inscreveram na Chamada para Ação Coletiva da Visão 2020 (Vision 2020 Call for Collective Action), um compromisso público contínuo que demonstra liderança por meio da contribuição com a agenda comum da Visão 2020.

A recém-formada Plataforma Global do Café irá conduzir essa abordagem coordenada ao alinhar as diferentes iniciativas e definir, em conjunto, uma agenda comum para endereçar os desafios de sustentabilidade que minam as perspectivas de prosperidade do setor cafeeiro no longo-prazo. Em cooperação estreita com a Organização Internacional do Café (OIC), a Plataforma Global do Café, com mais de 300 pequenos e grandes stakeholders cafeeiros, atuará como um Secretariado da Visão 2020 e coordenará a aliança público-privada, centrada nos cafeicultores, em busca de impacto coletivo.

A Plataforma Global do Café une as forças e expertise da plataforma multistakeholder da Associação 4C com os programas (inter) nacionais pré-competitivos de sucesso do Programa Café Sustentável (SCP) da Iniciativa de Comércio Sustentável (IDH). A Diretora Executiva da Associação 4C,Melanie Rutten-Sülz, afirma que “por meio da colaboração coordenada do setor privado, da sociedade civil, das organizações produtoras, dos governos e entidades de doação, num contexto em que a sustentabilidade é vista como responsabilidade compartilhada, a Plataforma Global do Café permitirá o foco coletivo e sistêmico, ao contrário de ações individuais no curto-prazo. Esse trabalho, em última instância, melhorará a resiliência e meio de vida dos cafeicultores no mundo todo”.

A nova organização, aberta e inclusiva, continuará a liderar o setor cafeeiro rumo à sustentabilidade no longo-prazo, ao facilitar três funções principais:

  1. Uma plataforma dinâmica que articule a visão compartilhada e o comprometimento de seus membros, permita que estes ajam em agendas prioritárias e se alinhem com as estratégias mais amplas do setor, tais como a Visão 2020;
  2. Uma Estrutura Global de Progresso que permita ao setor medir, reportar e melhorar continuamente o desempenho da sustentabilidade;
  3. Um código de referência base para servir de base às Estratégias Nacionais de Sustentabilidade (NSCs) e atuar como referência global, com o objetivo de atingir 100% da produção de café e ainda mais comunidades cafeeiras.

De acordo com Ted van der Put, Diretor do Programa na IDH, “com tantos desafios críticos, como a baixa produtividade, adaptação climática, treinamento de boas práticas agrícolas (GAP), acesso a recursos e insumos e questões de igualdade de gêneros e juventude, a Plataforma Global do Café oferece uma oportunidade única para que o setor cafeeiro trabalhe de forma verdadeiramente colaborativa e invista conjuntamente em programas que tenham um impacto maior do que os que vemos atualmente”. Dessa forma, todos os stakeholders relevantes estão convidados a participarem da Chamada para a Ação Coletiva da Visão 2020 e se unirem na jornada rumo a um mundo de café sustentável.

Além disso, sob o guarda-chuva da Visão 2020, o Desafio do Café Sustentável e a Plataforma Global do Café estão em colaboração próxima para se alinharem e identificarem um campo comum de trabalho com o objetivo de aumentar o impacto na sustentabilidade no setor cafeeiro.

Informações sobre a Plataforma Global do Café

Com imenso apoio de seus membros na 5ª Assembléia Geral, a Associação 4C e Programa Café Sustentável uniram forças para construirem juntos suas conquistas e ampliarem seus impactos através da criação conjunta da Plataforma Global do Café, uma iniciativa multiskateholder colaborativa e pré-competitiva que trabalhará amplamente rumo a um setor cafeeiro próspero e sustentável.

Para preservar a natureza pré-competitiva e não-comercial da Plataforma Global do Café, as operações de verificação, que antes faziam parte das funções da Associação 4C, serão assumidas por uma nova empresa independente - Coffee Assurance Services - a partir de abril de 2016. Também a partir desta data, a Plataforma Global do Café operará em dois escritórios satélites, em Bonn, na Alemanha, e em Utrecht, na Holanda. Até 2017, a Plataforma Global do Café estará 100% preparada para prestar serviços inovadores e cruciais para seus membros e todo o setor cafeeiro.

Contatos de imprensa:

Para mais informações sobre a Plataforma Global do Café ou sobre a Chamada para Ação Coletiva da Visão 2020, entre em contato com:

Josh Edwards | Gerente de Comunicação | Associação 4C |+49 228 850 5015 | josh.edwards@4c-coffeeassociation.org

Gillian Evans | Gerente de Comunicação | Iniciativa de Comércial Sustentável |+31 302 305 652 | evans@idhsustainabletrade.com